Bem-vindo!

O espaço Jardins Saudáveis é constituído por um blog e um website, ambos com materiais e recursos na área da Educação para a Saúde. Está aberto à participação e colaboração de vários autores que podem aceder ao blog directamente ou enviar os textos/materiais para:
gliceria@jardinsaudaveis.com

sábado, 9 de maio de 2009

A criança e o luto

Quer seja um animal de estimação, uma pessoa da família ou alguém conhecido que morre, chega um momento, na vida das crianças em que estas se deparam com a morte e tem que lidar com emoções e sentimentos muitas vezes contraditórios causadores de grande sofrimento. Para os adultos não é muito fácil falar sobre o assunto com as crianças, mas todos nós já tivemos, em algum momento da nossa profissão de lidar com situações de morte, sofrimento e luto.
Perante a morte de alguém, as crianças necessitam de saber a verdade. Não necessitam de eufemismos, tais como dizer que a pessoa ou animal que morreu foi fazer uma longa viagem, está num sono eterno ou foi para o céu. Não devemos deixar sozinha a criança que está a sofrer, mas também não devemos força-la a falar sobre o que aconteceu.Contudo, é  importante que a criança perceba que a pessoa que a escuta está atenta ao seu sofrimento.
Pergunte à criança se ela quer contar aos colegas o que aconteceu ou se prefere que você o faça. Em ambas as situações reúna as crianças e, depois de comunicado o facto, pergunte se alguém já passou pela mesma situação. Utilize filmes como o Rei leão e o Bambi para falar sobre o assunto. 
Quando falecer alguém conhecido (artista ou pessoa importante na comunidade), não perca a oportunidade de conversar sobre o facto. Explique o que é um cemitério, por que as pessoas são enterradas, o que é um velório etc.
Se conhecer histórias/livros que falam sobre a morte e o luto, ou se quiser relatar alguma situação, já sabe que aqui no Jardins Saudáveis teremos todo o gosto em divulgar e partilhar. 
No ABRIR e FECHAR dou um exemplo de duas histórias brasileiras que abordam o tema da morte, uma de Rubem Alves e outra de Leo Buscaglia. Destinam-se a crianças mais velhas, mas podem perfeitamente ser adaptadas para as crianças em idade pré-escolar. 
Mais sobre este assunto aqui

Inquéritos aos Educadores de Infância

Os questionários infra destinam-se aos educadores de infância e pretendem saber a sua opinião sobre alguns aspectos da Educação para a Saúde. São pequenas sondagens que irão permitir ter uma ideia das percepções dos educadores que visitam este blog. Para participar basta escolher a opção que melhor caracteriza a sua opinião tendo em atenção que não existem respostas certas ou erradas.
Se tiver disponibilidade agradeço a colaboração.
Glicéria Gil

Utiliza na sua prática pedagógica os materiais/recursos de Educação para a Saúde colocados neste blog?

Como educador de infância abordo ... (escolha a resposta com que mais se identifica)

A escovagem dos dentes no meu Jardim de Infância

O que mais gosta ou gostaria de encontrar neste blog

Quais as áreas existentes na sua sala?

Visita o blog Jardins Saudáveis

Ocorreu um erro neste dispositivo